Fale com o nutricionista

Nutrição: Dicas para melhorar sua saúde

Qual é a boa nutrição?
Boa nutrição é uma das chaves para a boa saúde. Boa nutrição significa comer alimentos que têm um monte de vitaminas e minerais neles e alimentos que não são ricos em gordura. Para a maioria das pessoas, os alimentos que são ricos em fibras sãouma boa escolha, e quase todo mundo deve comer cinco porções de frutas e vegetais todos os dias.

 

images

Boa nutrição também significa ver quanto você come, para que você não vai comermais calorias (energia) do que você usa todos os dias.

 

Eu preciso mudar o que comer?
Se você responder sim a qualquer uma das seguintes perguntas, pode ser necessário falar com seu médico sobre nutrição:

 

Seu médico falou com você sobre um problema médico ou fator de risco, tais comopressão arterial elevada ou colesterol elevado?
Seu médico lhe disse que essa condição poderia ser melhorada pela melhor nutrição?
Fazer, diabetes, câncer, doenças cardíacas ou osteoporose na sua família?
São você acima do peso, ou você ganhou peso ao longo dos anos?
Você tem perguntas sobre que tipos de alimentos que você deve comer, ou se vocêdeve tomar vitaminas?
Você acha que você iria beneficiar de ver uma nutricionista? (Uma nutricionista é uma nutricionista registrada especializada em terapia de nutrição).
Será difícil de mudar meus hábitos alimentares?
Provavelmente, mas mesmo pequenas alterações podem melhorar sua saúde muito.O ponto principal é que continuar tentando comer os alimentos certos. Mantenha contato com seu médico ou nutricionista, para que eles saibam como você está fazendo. Aqui estão algumas sugestões para ajudálo a melhorar seus hábitos alimentares:

 

Encontre os pontos fortes e pontos fracos em sua dieta atual. Você come três a cinco porções de frutas e vegetais todos os dias? Se cálcio suficiente? Você come alimentos ricos em fibras regularmente? Caso afirmativo, boa! Você está no caminho certo. Continue assim. Se não, você pode aprender as alterações que você precisa fazer.
Fazer alterações pequenas, lentas, em vez de tentar fazer mudanças grandes, rápidas. Pequenas mudanças será mais fácil de manter.
Todos os dias, manter o controle de sua ingestão de alimentos por escrever tudo comeu e bebeu naquele dia. Utilize este registro para ajudálo a ver se você precisa comer mais de grupos de alimentos como frutas e legumes, ou menos de alimentos grupos tais como carne e aves.
Pense em pedir ajuda de uma nutricionista, se você não tiver feito isso — especialmente se você tem um problema médico que você necessita para seguir uma dieta especial.
Posso confiar em informações nutricionais que recebo de jornais e revistas?
Dicas de nutrição de fontes diferentes às vezes podem discordar com os outros. Você deve sempre verificar com seu médico primeiro. Além disso, tenha em mente esteConselho:

 

Não nenhuma “bala mágica” quando se trata de nutrição. Dietas de curto prazopodem ajudar a perder peso, mas eles são difíceis de manterse e nem podem ser prejudicial a longo prazo.
Boa nutrição não vem em um comprimido. Você pode tomar um comprimido de vitamina para certifique-se de que você está recebendo bastante vitaminas e minerais,mas seu corpo se beneficia mais com as vitaminas em alimentos saudáveis.
Comer pequenas quantidades de uma variedade de alimentos é melhor para seu corpo. Aprenda a experimentar novos alimentos.
Lembre-se, histórias de pessoas que usaram um programa de dieta ou produto, especialmente aqueles em comerciais e infomerciais, são propagandas. Recuperou peso ou outros problemas que surgem depois que alguém tiver concluído o programanunca falava nesses anúncios.
Que mudanças podem fazer agora na minha dieta?
Quase todos podem beneficiar de cortar na gordura. Se você atualmente comer muita gordura, tente apenas uma ou duas dessas mudanças:

 

Coma três a quatro porções de produtos lácteos de baixo teor de gordura todos osdias. Você pode usar iogurte sem gordura e queijos de baixo teor de gordura. Por exemplo, se você fazer pizza em casa, tente usando parte-desnatado mussarela queijo por cima.
Se você come carne, comêlo cozido, grelhado e grelhado ao invés frito. Tire a peleantes de comer frango. Coma peixe pelo menos uma vez por semana.
Reduzir a gordura extra, tais como a manteiga ou margarina no pão, creme de leite,batatas assadas, e molhos para salada.
Coma muitas frutas e vegetais com suas refeições e como petiscos.
Quando comer fora de casa, cuidado com gorduras “escondidas” (por exemplo, queem molho de salada e sobremesas) e ser especialmente cuidadoso de porções de grandes dimensões.
Ler os rótulos nutricionais sobre os alimentos antes de comprá-los. Se precisar de ajuda a entender os rótulos, pergunte ao seu médico ou seu nutricionista.
Durante o dia, bebidas sem calorias ou de baixas calorias, como água, chá sem açúcar ou café e refrigerante diet.
Nutrição equilibrada e exercício físico regular são bons para sua saúde mesmo queseu peso nunca muda. Então, tentar definir objetivos que você tem uma boa chancede alcançar, como fazendo uma das pequenas alterações nesta apostila ou andar mais um dia por semana.

 

Esta apostila é fornecida a você pelo seu médico de família e a academia americanade médicos de família. Outras informações relacionadas com a saúde estão disponíveis a partir da AAFP on-line em

Dicas para perder peso com boa alimentacao

Perder peso

Perder peso existe um objeto capaz de causar pânico, palpitação e medo em milhares de pessoa, com certeza essa é a balança. Inimiga número um de quem está acima do peso, ela é vista com olhos arregalados por quem tenta em vão emagrecer.

Porém, perder peso não é uma tarefa impossível, e acabar com os quilinhos a mais é uma questão de planejamento, foco e paciência. Por isso, algumas dicas podem fazer com que você perceba realmente o que deve ser feito e vá em frente na sua busca por um corpo mais enxuto.

Emagrecer

Emagrecer

 

Como perder peso efetivamente

A primeira coisa a se fazer é traçar uma meta, mas nessa hora seja realista. Não coloque metas inalcançáveis, pois as chances de desanimar no meio do caminho são enormes.

Coma pelo menos de três em três horas. Fracionar as refeições é o modo mais efetivo de perder peso e manter o peso. Isso, porque você vai acostumar o seu organismo a receber uma quantidade pequena de calorias em um intervalo pequeno de tempo. O que fará com que ele aumente o gasto calórico e entenda que não é necessário “armazenar” gordura para consumir quando você passar períodos longos sem se alimentar.

Não troque as refeições principais por shakes ou sanduíches. Tenha em mente que, para perder peso, você precisa fazer as escolhas certas, por isso, nunca faça de sua refeição principal um simples lanche. É importante ingerir calorias para que o corpo funcione de maneira correta.

Dê preferência por alimentos integrais, além de lhe causarem uma sensação maior de saciedade eles tornam o processo digestivo mais lento, o que lhe faz gastar mais calorias e não sentir fome tão cedo. Eles também são responsáveis por uma boa dieta para controlar os níveis de colesterol e glicose.

Nunca passe vontade, deixar de comer alimentos que nos causam a sensação de prazer e felicidade não é o melhor caminho na hora de perder peso de forma efetiva. Por isso, entenda: a comida não é sua inimiga e é você quem controla a quantidade de calorias que vai ingerir. Reserve um dia na semana, ou pelo menos a cada 15 dias, para comer algo que você goste, mas que é muito calórico, como um lanche de fast food, um bolo recheado, entre outros. Esse hábito também fará com que seu organismo não cai na rotina e, acredite, vai lhe fazer manter a queima de calorias.

Exercite-se

A fórmula para emagrecer é fácil e conhecida: é preciso que você gaste mais calorias do que consume diariamente. Para que isso seja possível, é importante a prática de atividade física. Caminhe durante 20 minutos, dance, nade, o importante é que você descubra algo que lhe dê prazer e incorpore em sua rotina e ajuda você perder peso.

Para não desanimar, peça ajuda a um amigo ou parente. No começo, é difícil e desgastante, mas se você encontrar alguém que possa lhe incentivar, as chances de largar o exercício depois de pouco tempo são pequenas.

Blog

Detox slim

Para muitas pessoas o mais importante é obter a silhueta desejada, já para outras é voltar a utilizar as roupas que estão guardadas há anos no armário, já outras desejam utilizar aquele biquíni para desfrutar de uma bela praia ou clube sem se sentir envergonhada.

Muitas pessoas estão mais preocupadas em obter o corpo que deseja sem se preocupar com a sua saúde e por causa disso tomam tudo o que é remédio para emagrecer ou restringe seu organismo dos alimentos necessários para o bom funcionamento.

Detox Slim

Detox Slim

 

Um estudo realizado pelos EUA, concluiu que 95% das pessoas que perdem peso sofrem com o efeito sanfona e isto ocorre devido a má alimentação e as dietas da moda. Então, podemos concluir que o maior vilão do efeito sanfona são os hábitos alimentares que temos.

Se você deseja emagrecer, a primeira coisa a ser feita é mudar seus hábitos alimentares e pessoais. Algo que pode lhe ajudar muito nessa empreitada e que vem ajudando diversas pessoas a vencer o sobrepeso é o detox slim.

O detox slim é um suplemento alimentar que veio para ajudar as pessoas a emagrecerem e isto ocorre, pois ele ajudar a eliminar todas as substâncias que provocam inflamações no seu corpo e estas sãos responsáveis pela redução da capacidade do organismo queimar gordura.

Continue lendo e fique por dentro do suplemento alimentar detox slim.

 

  • O que é o detox slim?

 

Essa pergunta é feita por diversas pessoas que não conhecem esse produto. O detox slim é considerado um suplemento alimentar e tem como objetivo ajudar na perda de peso de forma saudável, além de promover uma melhor disposição mental e física.

O detox slim apresenta em sua composição química elementos que vão lhe ajudar nesse processo de perder peso, sendo eles: colina, selênio, zinco e etc. Outro grande trunfo deste suplemente alimentar é que ele é totalmente natural.

 

  • Benefícios do detox slim

 

Conheça alguns benefícios do detox slim.

  • Reduz a retenção de líquidos.
  • Melhora a comunicação entre as células do corpo.
  • Promove disposição física e mental.
  • Ajuda a restabelecer o equilíbrio das atividades metabólicas.
  • Aumenta as atividades metabólicas e etc.

 

  • Detox slim e a ANVISA

 

Todos nos sabemos do papel da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA). O slim detox  foi aprovado por essa agência e isso é muito importante, pois prova que esse suplemente veio para lhe ajudar e não destruir a sua saúde.

Muitos produtos que há no mercado não foram analisados pela ANVISA e por causa disso muitas pessoas estão sofrendo um grande risco de gerar algum problema de saúde crônico.

 

  • Os efeitos colaterais do detox slim

 

Apesar de muitas pessoas estarem usando o slim detox , não foi constatado nenhum efeito colateral. Porém, queremos deixar bem claro que pessoas que possuem doenças crônicas, ou fazem uso de remédios controlados, gestantes, crianças, dentre outros, deverão consultar seu médico.

Considerações Finais:

Segundo fontes do Ministério da Saúde, 48% da população brasileira está acima do peso e é por esse motivo que centenas de milhares de pessoas querem emagrecer.

O slim detox vem fazendo muito sucesso com todas as pessoas que o usam, então se você deseja deixar o sobrepeso de lado e ter a silhueta que tanto deseja, o detox slim é uma excelente escolha.

Quem somos

Dicas de saúde e bem estar

Olá pessoal, espero que vocês gostem, do conteúdo de cada post, postado nesse blog, desejo a cada vocês um excelente dia, e desejo um grande abraço para todos.

Objetivo do blog

Criámos este blog sobre no intuito de ajudar as pessoas a ter uma vida mais tranquila e saudável. Aqui no blog eu dou dicas de alimentação, de atividades físicas, dicas de saúde e bem estar em geral.

Espero que gostem do conteúdo do blog. Duvidas, clíticas e sugestões deixem nos comentários.

Doenças Cardíacas

TUDO O QUE NECESSITA SABER SOBRE DOENÇAS CARDÍACAS

No início desta década, estudos da Organização Mundial de Saúde mostravam que as doenças cardíacas continuavam a ser a principal causa de mortes do mundo. Doenças cardiovasculares como enfartes ou cardiopatias isquémicas eram responsáveis pela morte de mais de 17 milhões de pessoas em 2011, bem à frente de outras doenças como a pneumonia, a sida ou as doenças pulmonares.

Trate bem o seu Coração

Trate bem o seu Coração

 

Entende-se por doenças cardíacas todas as condições médicas crónicas que afectam de qualquer forma um ou mais componentes do coração humano. Localizado no mediastino, a cavidade existente entre os pulmões no peito do ser humano, o coração é o órgão muscular responsável por bombear o sangue pela rede de veias e artérias. O coração é composto por quatro câmaras, sendo as doenças cardíacas resultantes de quando uma dessas estruturas não funciona correctamente. Algumas das doenças cardíacas mais comuns são os enfartes, as arritmias cardíacas, a angina, a hipertensão e a hipotensão, ou os sopros no coração.

Acompanhamento Médico

Como é sabido, o acompanhamento médico regular por um profissional deve ser uma prioridade para o bem-estar do homem e as doenças cardíacas não são uma excepção. Actualmente, com os avanços da medicina, os diagnósticos são cada vez mais precoces, permitindo detectar este tipo de doenças cada vez mais cedo, garantindo uma qualidade de vida maior. O diagnóstico e o despiste das doenças cardíacas pode assim ser feito através de exames como o electrocardiograma, o ecocardiograma, a topografia ou o cateterismo cardíaco.

No entanto, a prevenção é a ferramenta essencial para combater as doenças do foro cardíaco. Adoptar um estilo de vida saudável, com uma alimentação equilibrada, permite combater precocemente as doenças cardíacas. Para isso, basta adoptar uma série de comportamentos e hábitos no seu dia-a-dia que ajudam a prevenir o aparecimento de complicações dessa natureza. Por exemplo, o consumo excessivo de sal eleva a pressão arterial, que é responsável por enfartes e AVCs. Logo, moderar o consumo de sal na sua alimentação, optando por temperos naturais nas refeições, por exemplo, é uma dica importante para essa prevenção. Especialmente tendo em conta os estudos que apontam que a dieta portuguesa consome o dobro da quantidade de sal recomendada.

Além disso, adoptar uma dieta equilibrada também ajuda na prevenção das doenças cardíacas. A base da dieta mediterrânea é, por norma, benéfica para o coração, por ser rica em gorduras protectoras que agem contra o desenvolvimento de doenças cardiovasculares e ajudam a baixar o colesterol no sangue. Também deve reduzir o consumo de carne vermelha e aumentar o de fruta, vegetais, cereais e peixe.

Praticar Exercício

Deve ainda ter em atenção os seus hábitos quotidianos, começando por praticar actividade física regularmente. Ao praticar exercício, o coração humana habitua-se a trabalhar com mais eficiência e sem fazer tanto esforço, contribuindo para uma melhor fluidez da corrente sanguínea e reduzindo o risco de doenças cardíacas. Deve, por isso, combater o sedentarismo, praticando actividade física diariamente, seja andar de bicicleta, caminhar ou ir ao ginásio. Segundo estudos efectuados, ao faze-lo estará a reduzir em 40 por cento o risco de ter uma doença cardiovascular.

Ao adoptar um estilo de vida mais saudável estará ainda a diminuir os níveis de stress, que causa hipertensão e obstrui as artérias do coração. Também a ansiedade desencadeia problemas relacionados com as doenças cardíacas, devido ao aumento de radicais livres no organismo. Evite também o tabaco, que aumenta a frequência cardíaca e contrai as artérias, aumentando a carga de trabalho do coração. Além disso, o tabagismo eleva o risco de AVC, especialmente em pessoas que sofram de hipertensão.

Finalmente, tenha em atenção o histórico familiar, já que este também é um importante factor de risco no que diz respeito às doenças cardíacas. Verificar a incidência dessas doenças em outros membros da família desde cedo ajuda à adopção de hábitos mais saudáveis. Portanto, consulte regularmente o seu médico de família e mantenha-o a par do registo desse histórico familiar.

Um dos grandes objectivos a curto prazo da Organização Mundial de Saúde é diminuir a incidência de doenças cardíacas. No entanto, isso depende inteiramente de cada um de nós, através da alteração de pequenos gestos e da adopção de hábitos mais saudáveis. Assim, mantenha-se informado e não memorize os factores de risco, garantindo uma maior qualidade de vida para si e para os seus.